9 dicas incríveis para possibilitar qualquer empreendimento na internet

saber como divulgar minha empresa na internet

Veja agora neste artigo algumas dicas fundamentais de como divulgar minha empresa na internet. Apesar de a internet estar em ascensão evidente no dia a dia das pessoas, vários que lidam com negócios ainda desacreditam da capacidade das ferramentas digitais para alcançar um perfil de clientes mais extenso ou mais específico. De acordo com pesquisa do Sebrae mencionada no ano anterior59% das MPEs brasileiras ao menos contam com uma página ou perfil em redes sociaisLevando em conta que 65% dos brasileiros já buscaram ou adquiriram um serviço ou produto na internet, nota-se que há um enorme desperdício de oportunidades desse mercado em potencial.

Você quer saber como divulgar sua empresa na internet? Continue lendo…

As causas para tal objeção podem divergir: da ideia de que as plataformas digitais são complicadas demais ou de que os resultados obtidos não serão os almejadosMas, várias dessas ferramentas vêm se tornando crescentemente fáceis de usar e intuitivas, além de apresentarem recursos de controle aptos para descobrir de forma vital qual perfil de clientes está sendo impactado e transformado em público alvo.

Entenda sobre algumas sugestões que devem ser consideradas no momento de publicar o seu serviço ou produto na internet:

Ouço constantemente muitos empreendedores perguntando como divulgar minha empresa na internet! Posso afirmar que os caminhos são muitos, mas nem todos levam ao êxito. Quero contribuir deixando eu parecer através de 9 dicas que sei que vão ajudar você! No final poste seu comentário, sugestões ou dúvidas, vou responder o mais breve possível. 

1. De olho no estimativa de gastos e na elaboração
Para que as ações de marketing realmente gerem frutos, o empreendedor deve iniciar fazendo um levantamento de quanto pode investir. Elaborar um estimativa de gastos ajuda a saber seus limites. “Anuncie unicamente aquilo que puder entregar, conforme as capacidades do seu negócio para atender a demanda”, diz Bernardo Castello Branco, presidente da Associação Brasileira dos Agentes Digitais (Abradi).

sugestão é iniciar pequeno e continuamente medir os resultados diretos – retorno, venda e percepção de marca. Além do quepoder contar com uma preparaçãoselecionando o que anunciar primeiro, por exemplo, ajuda a não esquecer o objetivo. “Inicie com uma estimativa de gastos menor e aumente aos poucos conforme determinar os resultados e estipule um teto razoável, que caiba no bolso do seu negócio“, afirma Branco.
2. É viável ampliar a evidenciar a sua empresa gratuitamente
Se você notar que ainda não é o tempo de investir em marketing online, vale determinar outras opções gratuitas para que a exibição do seu empreendimento se amplie. “Nem todo investimento é financeiro”, diz o presidente da Abradi.

principais ferramentas de marketing digital

Caso a sua empresa ainda não possua uma página, é viável gerar uma página no Facebook, um perfil em redes sociais como por exemplo, o Twitter ou o Instagram e cadastrá-lo no Google Meu Negócio. A ferramenta possibilita mostrar telefone, endereço, horário de funcionamento e outras comunicados básicos para ampliar as oportunidades de ser encontrado. O objetivoporém, é também produzir um site próprio que seja leve, mantenha boas práticas de SEO (diretrizes que melhoram o disposição orgânica nas ferramentas de buscatambém tenha uma opção mobile como alternativa. 

3. As ferramentas para anunciar não são tão complexas
Ao inverso do que pensam vários dos que ainda ficam temerosos a investir em anúncios para negócios online, as plataformas digitais não são tão complexas de lidarGoogleTwitterFacebook e Instagram, por exemplo, concedem manuais gratuitos que instruem a como trabalhar nas ferramentas.

4. Trace um meta
Uma campanha pode oferecer como resultado resultado diferentes benefícios: expansão do número de visitas na página do negócioalcançar cadastros, proporcionar o download de um aplicativo, ganhar seguidores… “Todos os padrões de promoção no Facebook e no Instagram aceitam que o divulgador use botões que incentivam o consumidor a fazer ações como por exemplo, ‘comprar ‘, ‘instalar o aplicativo’, ‘ligar ‘, entre outros”, diz Pérola Cussiano, líder de marketing das duas plataformas para o Brasil.

“No Twitter a campanha só é cobrada conforme a meta estabelecida pelo anunciante”, afirma Gabriela Comazzetto, diretora de vendas para pequenos e médios negócios no Twitter Brasil. “Ele não será cobrado caso um usuário o curta ou siga o perfil, por exemplo.”

5. É indispensável ter ânimo
Uma vez que a campanha estiver no ar, é indispensável esperar algum tempo para que os benefícios comecem a surgir. “São vários os casos de pessoas que desejam retorno do dia para a noite”, diz Gustavo Osternack, gerente de soluções de marketing do Google. “Para que uma campanha tenha o resultado esperado na plataforma são essenciais, no mínimo, duas semanas.”

Facebook e Instagram contam com sugestões semelhante. “A receita do êxito não existe, quem tiver perseverança para experimentar nossa ferramenta de anúncios e armazenar informação ao longo da jornada para entender o que funciona para a sua empresa, com convicção obterá mais êxito do que quem procura resultado repentinos”, diz Pérola.

O mesmo vale para o Twitter: “uma campanha de êxito deve ser formada com prudência. É indispensável entender se ela optou pelo público-alvo e a meta correta”, afirma Gabriela. Ela recomenda um tempo de uma semana a dez dias para ter convicção se tal ação foi a acertada.

6. Monitoramento é tudo
Diversos iniciantes acham que depois de estrategiar e colocar no ar uma campanha, ela se sustentará sozinha. Isso não é verdadeiro. Depois de começadaa campanha deve ser acompanhada o tempo todo para que se veja o que está servindocomo está sendo a aceitação do público-alvo e o que deve ser suspenso. “Experimentar e monitorar as ações de marketing faz com que as campanhas posteriores tenham ainda mais frutos”, afirma Pérola, do Facebook e do Instagram.

7. experimente múltiplas formas de campanha
Outro toque é apostar em múltiplas versões de uma mesma campanha. O Google, por exemplo, consente que os utilizadores testem múltiplas modificações de uma mesma publicidade para saber qual deles obterá um melhor resultado. “É indispensável testar quais são os canais mais indicados, se opera melhor no desktop ou em dispositivos móveis, quais são as palavras-chave mais pertinentes”, diz Guilherme Brandão, gerente de marketing de produto do Google.

8. Segmente seu perfil de clientes
Com uma estimativa de gastos mais precisa, é crucial não perder verba com uma campanha alcançando quem não tem interesse no que você vende. “Assertividade é essencial”, diz Gabriela, do Twitter.

Todas as plataformas consentem que o perfil de clientes seja estudado com antecedência de conformidade com diferentes fatores: sexo, idade, interesses, dispositivos, localização, entre outros.

9. Escolha as palavras-chave com total atenção
A hora de separar as palavras-chave, que informam do que a propaganda se trata e auxiliam como resultado “guia” para os mecanismos de busca, é uma das mais indispensáveis quando se projeta uma campanha no Google. “No caso de um pet shop pequeno, não vale muito a pena lembrar unicamente das mais escolhidas, caso de ‘coleira’ ou ‘ração’, que são muito mais caras”, diz Brandão, do Google. “É importante desvendar qual é o seu diferencial: se você vende frisbee, vale investir na palavra-chave ‘brincadeira para cachorro’, por exemplo.”

Compartilhe com Seus Amigos!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*